terça-feira, 9 de agosto de 2011

Não preciso entregar-te o meu coração, ele já te pertence mesmo*



Irremediavelmente feliz…

Era assim que me sentia quando passava mais um dia a teu lado.

*O meu sorriso, ah o meu sorriso! Como era sincero e esboçado com toda uma beleza e simetria perfeita.
*O meu olhar, nesse já nem eu reconhecia a cor, o brilho era tão intenso que jamais alguém conseguiria detectar alguma anomalia, como tal, sempre que tinha a possibilidade de te observar, ainda que de longe, explodia uma sensação que não conseguia expressar, nem pela boca, nem pelos olhos, apenas pelo coração.

Cada lugar, era o nosso lugar, poderiam estar milhares de pessoas em redor do nosso mundo mas só nos pertencia a nós. Sempre te vi como uma luz no meu caminho, andei perdida nos abismos de algo que se assemelhava ao amor, deixei-me conduzir pela loucura alheia e tu salvaste-me, parecia que algo no meu destino te chamava a cada dia que passava. Desde que te conheci, a menina que havia em mim foi feita mulher, contigo aprendi muito mais do que ter uma relação, eu aprendi a partilhar, a dar, a receber, a ser feliz, a chorar de alegria, a sentir, nos teus braços eu aprendi a amar, amar como nunca tinha amado na vida, e hoje, do fundo do meu coração te agradeço, contigo aprendi a amar-me também.

Se um dia quiseres partir deixar-te-ei avançar no teu percurso e irei aplaudir as tuas vitórias, porque mereces tudo de bom, mas prometo-te que se quiseres continuar ao lado da intitulada por ti “mulher da tua vida” podes ter a certeza, que pode chover, fazer sol, posso ter que atravessar um rio e nadar no meio de uma tempestade, posso ter que enfrentar os caminhos mais tenebrosos que existirem… farei de tudo para que sejas o homem mais feliz do mundo, e que te sintas amado, como tenho a certeza que te sentes neste momento!

Já vivemos tanto em tão pouco tempo, uma recordação tua é um sorriso em meus lábios, aqueles que tu ousas possuir e teus são. Meu amor, a distância cega-me, invade-me deixando-me magoada de tal forma que o meu coração palpita fortemente com tanta intensidade gritando o teu nome, o eco dá-se no meu corpo, aquele que tu, cuidadosamente decidiste invadir e tornar teu, meu grande amor!

Irremediavelmente feliz estou hoje, porque apesar do teu corpo estar a km de distância, deixaste-me entregue o teu coração, e te garanto, está em boas mãos…


9 comentários:

  1. obrigada querida, é o melhor que tenho a fazer é ser feliz (:

    ResponderEliminar
  2. foi duro dizê-lo e mais duro ainda necessitar vivamente de o dizer :/

    ResponderEliminar
  3. Os km para um garnde podem mostrar como está longe nos faz amar mas e mas, e a cada minuto que passar amar mas, mas chorar por ele é melhor deixar para o passado.

    ;D

    http://taotao-distante.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Visualizaram

Leitores